Hortênsia


(Espécie Hydrangea - Família: Hydrangeaceae)

A hortênsia e as suas origens

Também designada hidrângea, a hortênsia engloba 75 espécies de plantas de floração originárias do sul e do leste da Ásia, bem como da América do Norte e do Sul.

 

Arbustos, árvores e trepadeiras, as hortênsias podem ser de folha perene ou caduca, mas as variedades mais populares são todas de folha caduca.

Sazonalidade: A hortênsia em flor

A hortênsia tem um longo período de floração, produzindo grandes cachos redondos cheios de pequenas flores a partir do final da primavera. É um arbusto resistente e popular para bordaduras e canteiros.

A maior parte das variedades de jardim deriva da H. macrophylla. Existem dois tipos principais de hortênsia. As "mophead" têm inflorescências grandes e quase esféricas; adequam-se à ornamentação de sebes informais e são conhecidas pela sua capacidade de mudar de cor em função do nível de pH do solo. As "lacecap" ostentam inflorescências mais planas, abertas e graciosas. Atingem 1,50 m de altura e de largura.

 

Outros grupos incluem a Hydrangea quercifolia, com as suas características folhas parecidas com as do carvalho e flores brancas cónicas, a Hydrangea arborescens, nomeadamente a "Annabelle", com as suas inflorescências brancas sobre um talo alto e fino, e a Hydrangea paniculata , uma espécie paniculada, entre as quais se destaca a variedade de cor creme "Limelight".  Existe ainda uma hortênsia trepadeira, a H. petiolaris, que produz no verão pequenas flores brancas semelhantes a rendas e pode atingir 15 m de altura.

Como plantar: Hortênsia

Enquanto arbustos de sub-bosque, as hortênsias gostam de solos frescos, húmidos, com boa drenagem e sombra parcial. Plante e cubra regularmente com mulch constituído por matéria orgânica como composto de jardim ou folhas putrefactas.  

A cor da hortênsia não se deve apenas à sua variedade, mas é também determinada pelo nível de acidez do solo: quanto mais alcalino, mais rosadas serão as flores; quanto mais ácido, mais azuladas serão. As flores brancas não variam. Mantenha a cor das flores azuis, plantando a planta em solo ácido ou use um composto especial para tornar as flores azuis. Este encontra-se normalmente disponível nos centros de jardinagem ou em viveiros especializados.

 

Regue profusamente durante os períodos de seca. A água da chuva é ideal para regar as hortênsias, uma vez que a água dura da torneira pode transformar o azul das flores em lilás e cor-de-rosa.

Para manter a planta saudável, remova os ramos mortos e as inflorescências murchas sempre que necessário. As inflorescências murchas podem ser retiradas depois da floração, mas se as deixar numa hortênsia "mophead", protegerão os novos brotos das geadas de inverno.

 

A hortênsia floresce no ano anterior ao crescimento, o que significa que a maior parte da poda deve ser efetuada no final do inverno ou início da primavera. Corte os talos velhos para encorajar o crescimento dos novos. Poderá também renovar uma planta negligenciada através do corte de todos os talos mas, neste caso, a planta só voltará a florir no ano seguinte. As hortênsias paniculata e arborescens devem ser sujeitas a uma poda rigorosa na primavera.  

Propagação da hortênsia

No verão, corte alguns talos semiamadurecidos da hortênsia e plante-os num propagador aquecido ou numa floreira. Corte as folhas ao meio, na horizontal, para reduzir a transpiração.

Sabia que... Curiosidades sobre a hortênsia

As hortênsias foram introduzidas no arquipélago dos Açores e aí cultivadas em abundância, especialmente na ilha do Faial, que é conhecida como "ilha azul" pela enorme quantidade de hortênsias azuis que se multiplica pela ilha.