Gladíolo


(Espécie: Gladíolo - Família: Iridaceae)

O gladíolo e as suas origens

Com origem na África subsariana, o gladíolo é uma planta bolbosa e perene pertencente à família Iris. Esta planta prospera agora na região do Mediterrâneo, na Ásia e em muitas regiões do continente africano, incluindo na África do Sul.

O seu nome deriva da palavra latina para "espada", sendo por vezes chamado de lírio-da-espada devido à forma das suas folhas longas e pontiagudas.  Apesar de existir há muito mais tempo, o seu aparecimento no continente europeu só aconteceu em finais do século XVII.

 

Na língua das flores, Gladioli significa "quando o relâmpago cai".

Sazonalidade: Gladíolos em flor

Com um período de floração de julho a outubro, o gladíolo apresenta espigas de flores em forma de funil, altas e coloridas. As espigas são largas e produzem flores em apenas um dos lados.

 

Normalmente cultivado para a produção de flores de corte graças ao seu aspeto vistoso e vibrante e à sua delicada fragrância, o gladíolo também pode trazer vida ao jardim.

 

Esta planta existe num vasto leque de cores, que podem ir do rosa ao vermelho, passando pelo púrpura e pelo branco. Algumas das espécies revelam alguns contrastes que permitem a sua distinção.

 

Cada talo pode produzir uma ou várias flores durante a época de floração, chegando normalmente a atingir 75 a 120 cm de altura.

   

Como plantar: Gladíolo

O gladíolo deve ser plantado no início da primavera, assim que o solo permitir ser trabalhado após o inverno. Pode ser plantado em qualquer altura de março a junho, numa zona exposta a luz solar direta.

 

O gladíolo é uma planta moderadamente resistente, que gosta de solos com boa drenagem mas capazes de reter humidade. O solo deve ser bem adubado e preparado com antecedência, se possível, antes do plantio. Plante-o a uma profundidade de 10 a 16 cm e junte areia para melhorar a drenagem, se necessário.

 

A floração ocorre três meses após a germinação. Durante esse tempo, o solo deve ser mantido húmido, com regas regulares.  Outra opção para reter a humidade é aplicar uma camada de 5 a 10 cm de mulch, o que ajudará também a controlar eventuais infestantes.

 

Se cortar as flores, certifique-se de que 10 cm do talo e as folhas abaixo permanecem agarrados ao cormo, para que este rejuvenesça no próximo ano.

Propagação do gladíolo

O gladíolo propaga-se por divisão. Depois da floração e de o resto da planta ter morrido, o cormo poderá ser removido, dividido e novamente plantado. 

Sabia que... Curiosidades sobre o gladíolo

A flor pode também servir para dar ênfase a uma mensagem, comunicando à pessoa a quem a oferecer que trespassou o seu coração como uma espada.