Lenha livre de pragas e decoração natural

 

Sempre que leve materiais do exterior para dentro da sua casa, poderá estar a dar boleia a insetos. A lenha, as pinhas, as cápsulas de semente e outros elementos naturais alojam frequentemente insetos e artrópodes. A maioria destas pragas não constitui uma ameaça real para a sua casa, os seus móveis ou a sua família, mas mais vale evitar surpresas (ou sustos) provocadas pela sua presença.

Lenha

Local de reunião de escaravelhos, abelhas, bichos-da-madeira, cochonilhas, centípedes, formigas e muitos outros insetos, a lenha é um autêntico centro de convenção para insetos e pragas em geral. Alguns bichos instalam-se na madeira quando esta ainda é uma árvore, viva ou morta. Outros entram depois de cortada e empilhada a lenha. Outros limitam-se a rastejar para dentro da madeira ou para debaixo da casca para hibernarem durante o inverno.

A melhor forma de evitar insetos intrometidos e pessoas amedrontadas é armazenando a lenha fora de casa (não muito perto) até precisar dela. Guarde em casa apenas a lenha suficiente para alimentar a lareira na altura. Os insetos que se encontram na madeira precisam de vários dias para aquecer e acordar, por isso, se mantiver a pilha de lenha no exterior, deverá conseguir evitar uma infestação de bichos-da-madeira.

Outras formas de minimizar o número de insetos na madeira e eliminar as pragas de interior incluem:

  • Secar rapidamente. Se secar a madeira rapidamente depois de a cortar, criará um ambiente muito menos atrativo para os insetos. O corte da lenha em bocados mais pequenos acelera a secagem.
  • Altura de cortar. Recolha lenha nas alturas em que os insetos estão menos ativos (normalmente de novembro a março, nas regiões mais frias).
  • Não pulverizar. Evite aplicar pesticidas na lenha cortada. Normalmente, os químicos apenas encorajam os insetos a enterrarem-se mais na madeira. Além disso, correrá o risco de criar fumos tóxicos com a queima de lenha embebida em pesticidas.

Se de facto saírem insetos da lenha, apanhe-os, aspire-os ou esmague-os.

Materiais naturais secos

Os materiais naturais como as pinhas, as cápsulas de semente, as bolotas ou as vagens são materiais excelentes para melhorar a decoração outonal e festiva. Normalmente, os insetos não constituem uma ameaça séria se recolher estes materiais após uma geada forte, mas não existem garantias.

Como ter a certeza de que os materiais que recolhe não abrigam pragas? Como precaução, trate os materiais assim que os trouxer para dentro de casa. As floristas recomendam vários métodos para eliminar insetos.

Congelar. Feche os materiais numa bolsa ou recipiente hermético e coloque no congelador durante um dia ou dois. Os insetos congelarão e cairão dos materiais recolhidos. Congele flores individuais em tabuleiros. Ao descongelar os materiais, retire-os dos seus recipientes e espalhe-os em prateleiras para reduzir a sua exposição à humidade.

Selar e pulverizar. Coloque os materiais numa caixa ou saco do lixo, pulverize com inseticida, feche bem e deixe ficar durante a noite.

Colocar no forno. Espalhe os materiais de madeira, tais como as pinhas, as cápsulas de semente ou os ramos num tabuleiro de ir ao forno. Coloque o tabuleiro no forno e deixe durante uma hora no calor mínimo. Verifique os materiais de 15 em 15 minutos para evitar que se queimem. Se as pinhas libertarem muita seiva, revista o tabuleiro com papel de alumínio. A seiva deverá derreter em 5 minutos. Nunca coloque no forno materiais naturais que tenha pulverizado com algum tipo de conservante.

Ferver. Pode ferver as pinhas para eliminar os bichos residentes. Coloque as pinhas em água a ferver durante 5 minutos. Deixe-as secar em cima de jornais. As pinhas fecham-se na água mas voltam a abrir depois de secas. Vá virando as pinhas que se encontram a secar, para garantir uma secagem uniforme. As pinhas poderão levar alguns dias a secar completamente.